O Misterioso Saturno


1. Saturno visto pela Cassini


"Hemisfério norte de Saturno é um azul sereno, mais condizente com Urano ou Netuno, como se vê nesta imagem da cor natural da Cassini.

Imagens obtidas usando filtros espectrais vermelhos, verdes e azuis foram combinados para criar este ponto de vista. 

As imagens foram tiradas com a câmera de Cassini grande angular grande angular em 14 de dezembro de 2004." 


       2. Gigantesca Tempestade no Pólo Norte de Saturno

A imagem espetacular da missão Cassini da NASA destaca as tempestades no polo norte de Saturno. O olho do furacão aparece em vermelho escuro, e a corrente de jato hexagonal em rápido movimento é de verde amarelado. 

Nuvens de baixa altitude que circulam dentro da forma hexagonal característica, aparecem em cor laranja. Um segundo vórtice, menor sai na parte inferior direita da imagem. Os anéis de Saturno aparecem em azul vívido no canto superior direito.

As imagens foram tiradas com câmera grande angular da Cassini com uma combinação de filtros espectrais sensíveis a comprimento de onda da luz infravermelha.
  • As imagens filtradas em 890 nanômetros são projetadas como azul; 
  • As imagens filtradas em 728 nanômetros são projetadas como verde; 
  • As imagens filtradas em 752 nanômetros são projetadas como vermelho. 

Em Saturno, este esquema significa que as cores estão relacionadas com diferentes altitudes atmosféricas no polo do planeta: vermelho
indica profundo, enquanto que verdes mostram nuvens que são mais elevadas em altitude.

As nuvens altas são normalmente associados a locais de intensa ressurgência em uma tempestade. 

Essas imagens ajudam os cientistas a aprender a distribuição e freqüência de tais tempestades. 

Os anéis são azul brilhante neste esquema de cores, porque não há gás metano entre as partículas do anel e da câmera.


                                   3. Saturno Colorido

                          
Esta bela imagem colorida de Saturno foi escolhida para comemorar o oitavo aniversário do Telescópio Espacial Hubble da NASA. A imagem foi feita pela câmera infravermelha do Hubble.

Esta visão fornece informações detalhadas sobre as nuvens e neblinas na atmosfera de Saturno. 

As cores azuis indicam uma atmosfera clara para a camada de nuvem principal. A maior parte do Hemisfério Norte que é visível acima dos anéis é relativamente clara.

A região escura ao redor do Pólo Sul indica um grande buraco na camada de nuvem principal. As cores verdes e amarelas indicam uma névoa acima da camada de nuvem principal. As cores vermelho e laranja indicam nuvens que chegam para o alto na atmosfera. 

Os anéis, constituídos de pedaços de gelo, são brancos como a imagens tiradas em luz visível.







4. Saturno Dourado

       
                              
Se um ser humano estivesse próximo de Saturno seria assim que ele veria este planeta gigante. 

A foto foi tirada em março de 2006 pelo robô da sonda Cassini, que agora está orbitando Saturno. 

Os anéis majestosos de Saturno são vistos como uma linha vertical fina. Eles mostram sua estrutura complexa nas sombras escuras que se formaram à esquerda da imagem.  

A lua de Saturno Enceladus, tem cerca de 500 quilômetros de diâmetro, é vista aqui como um pequeno ponto no plano dos anéis. 


A parte do hemisfério norte de Saturno pode aparecer em azul pela mesma razão que os céus da Terra aparecem azuis -
 porque as moléculas espalham melhor a luz azul do que a vermelha em ambientes do planeta que não tem nuvens. 

No entanto, observando a imagem da Cassini vemos que o tom de ouro é predominante nas nuvens de Saturno. 


Não se sabe por que o sul Saturno não tem a mesma tonalidade azul, uma hipótese sustenta que as nuvens 
são mais altas lá. Também não se sabe por que Saturno tem nuvens de cor de ouro.

                           5. O Vórtice daTempestade
























O vórtice da tempestade no polo norte de Saturno -é visto nesta imagem, em cor falsa, da sonda Cassini da NASA. 

As medidas dimensionam o olho do furacão em 1.250 milhas (2.000 quilômetros) transversalmente, tendo nuvens com velocidades tão rápidas quanto 330 milhas hora (150 metros por segundo).

Esta imagem está entre as primeiras visualizações iluminadas do pólo norte de Saturno captadas pelas câmeras de imagem da Cassini. 

Quando a sonda chegou ao sistema de Saturno em 2004, era inverno no norte e o pólo norte estava na escuridão.

O polo norte de Saturno foi fotografado sob a luz solar pela Voyager 2, da NASA, em 1981; no entanto, a geometria de observação não permitia visualizações detalhadas dos polos.

Portanto, não se sabe por quanto tempo este furacão
recém-descoberto no pólo norte tem estado ativo em Saturno. 
Escala da imagem é de 1 milha (2 km) por pixel."



Fontes: 
1. NASA Crédito: Instituto de Ciência da NASA/ JPL/ Espaço
http://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/
image_feature_585.html
2. NASA/JPL
Crédito: NASA/JPL-Caltech/SSI NASA
pia14946.html#.VFMRzPnF_g8
3. Hubble Site/News Center
Crédito de imagem:NASA, E. Karkoschka (Universidade do Arizona)
http://hubblesite.org/newscenter/archive/releases/
1998/18/
4. Astronomy Picture of the Day
Crédito: Cassini Equipe da imagem latente, SSI, JPL, ESA, NASA
http://apod.nasa.gov/apod/ap140413.html
5. Nasa - Missão Cassini








Postagens mais visitadas