Nebulosa da Lula Gigante



Em 2011 Nicolas Outters descobriu a intrigante nebulosa bipolar Outters4, também conhecida como a Nebulosa da Lula Gigante.

Nesta imagem vemos que a Ou4 parece estar cercado pela região de emissão de hidrogênio avermelhado Sh2-129, uma nebulosa de emissão muito fraca, a uma distância de 2.300 anos-luz na Constelação de Cepheus.

A verdadeira distância e natureza de Ou4 foram difíceis de determinar mas, uma investigação recente sugere que Ou4 tem de cerca de 50 anos-luz de diâmetro e que realmente está dentro de Sh2-129.

É comum as nebulosas serem o resultado do que sobrou de uma estrela que está morrendo, mas algumas tem um sistema binário - duas estrelas orbitando uma em torno da outra - em sua região central. 
No entanto Ou4 representa um fluxo espetacular de um sistema triplo de estrelas quentes e maciças chamado de HR8119 no seu centro.

Na borda inferior da imagem está a pequena nebulosa vdB 140 visível.*

Fonte: Astronomy Pictures of Day
Crédito de imagem: Rolf Geissinger

http://apod.nasa.gov/apod/ap161027.html

*Neuste Astrobilder
http://www.stern-fan.de/Seiten/galerie-das-Neueste.html

https://www.nasa.gov/feature/goddard/2016/newly-discovered-planet-has-3-suns



Ou4: Nebulosa da Lula Gigante
Fonte: Astronomy Pictures of the Day 
Crédito de imagem: Romano Corradi (IAC), 
Nicolas Grosso, Agnès Acker, Robert Greimel, Patrick Guillout

https://apod.nasa.gov/apod/ap140718.html





Postagens mais visitadas