Caixas de Joias do Universo


O aglomerado estelar globular 47 Tucanae é uma joia do céu do sul. Também conhecido como NGC 104, ele percorre o halo da Via Láctea junto com aproximadamente mais 200 aglomerados globulares.
Visto da Terra ele é o segundo aglomerado globular mais brilhante (após Omega Centauro), e está localizado a cerca de 13.000 anos-luz de distância perto da Pequena Nuvem de Magalhães, na constelação do Tucano.

O NGC 104 e um aglomerado denso e composto de vários milhões de estrelas em um volume de apenas cerca de 120 anos-luz de diâmetro. 

As estrelas gigantes vermelhas nos arredores do aglomerado estão bem visíveis como estrelas amareladas neste nítido retrato telescópico. 

O aglomerado globular 47 Tuc é também a casa de exóticos raios-X de sistemas estelares binários.

Fonte: Astronomy Picture of the Day/NASA 
Crédito de imagem: Dieter Willasch  

http://apod.nasa.gov/apod/ap110116.html




Messier 5 (M5) é um aglomerado globular com 100.000 de estrelas, ou mais, ligadas pela gravidade.  

O aglomerado ocupa uma região de 165 anos-luz de diâmetro, e está a cerca de 25.000 anos-luz de distância da Terra.

Vagueando pelo halo da nossa galáxia os aglomerados estes estelares globulares são membros antigos da Via Láctea. 

O Messier 5 é um dos enxames globulares mais antigos, estima-se que suas estrelas tenham cerca de 13 bilhões de anos. 

Perto de seu núcleo denso à esquerda, nota-se o envelhecimento do aglomerado tendo estrelas gigantes vermelhas e azuis e também estrelas jovens amarelas e azuis.

Fonte: Astronomy Picture of the Day/NASA
Crédito de imagem: HST, ESA, NASA

http://apod.nasa.gov/apod/ap140425.html 


University of California, San Diego
Center for Astrophysics & Sapace Sciences

"O halo é constituído pelas estrelas mais velhas conhecidas, incluindo cerca de 146 aglomerados globulares, que acredita-se terem sido formados durante o início da formação da Galáxia com idades de 10 a 15 bilhões de anos de seus diagramas de RH

O halo está repleto de um grande e difuso gás altamente ionizado. Este gás muito quente produz uma auréola de raios gama." 

Mais informações no link abaixo:


http://cass.ucsd.edu/archive/public/tutorial/MW.html







Postagens mais visitadas