Brilho Intenso das Galáxias Tipo Seifert



A galáxia espiral Messier 77, também conhecida como NGC 1068, tem um núcleo compacto e muito brilhante e está a 47 milhões de anos-luz de distância de nós. 


Ela é um exemplo de uma classe de galáxias conhecidas como Seyfert, que são galáxias cheias de gás quente altamente ionizado que brilham intensamente, emitindo radiação.


Esta forte radiação tem origem no coração da  M77, é causada por um buraco negro ativo com cerca de 15 milhões de vezes a massa do Sol.


Ela tem sido muito estudada pelos astrônomos que exploram buracos negros supermassivos de galáxias Seyfert. 

Os braços espirais da M77 são regiões muito brilhantes, ao longo de cada braço há vários pontos vermelhos que são um sinal de que novas estrelas estão se formando.


Esta bela galáxia tem cerca de 100 mil anos-luz de diâmetro.

Fonte: Astronomy Picture of the Day


O Sexteto de Seyfert, que recebeu esse nome por se acreditar ser um grupo de seis galáxias, é realmente composto por quatro galáxias que estão interagindo entre si.

Perto do centro da imagem há uma galáxia em espiral distante que está, por coincidência, no mesmo campo de visão parece por estar alinhada com o grupo principal.

Também é importante observar que a grande condensação no canto superior esquerdo é improvável que seja uma galáxia separada, mas é uma cauda de maré de estrelas que se estendeu devido as interações gravitacionais das outras galáxias do grupo.


Este grupo de galáxias está a uma distância de cerca de 190 milhões de anos-luz e a região que elas ocupam é de 100.000 anos-luz de diâmetro, região semelhante a da nossa Via Láctea.

O Sexteto Seyfert é um dos grupos de galáxias mais densos que se conhece. Ligado pela gravidade, o grupo de galáxias é tão unido como se estivesse hermeticamente embalado e poderá se transformar em uma única galáxia nos próximos bilhões de anos.

Fonte: Astronomy Picture of the Day 
Crédito de imagem: Hubble Legado Arquivo, NASA,ESA 




Postagens mais visitadas